galeria Projeto Realizado – Loft de 100,62 m² – Brusque/SC

banner 02

 

Projeto de Loft realizado pelo Eng. Civil Eduardo Boeing

Localização: Bairro Tomaz Coelho – Brusque/SC

Área Total: 100,62m²

Ano: 2012

 

Perspectiva:

00

Vistas Internas:CORTE05 CORTE04 CORTE03 CORTE02CORTE01

Planta Baixa – Térreo:PB-TÉRREOPlanta Baixa – Superior:PB-SUPERIOR

 CONCEITO:

O Conceito de loft urbano foi consagrado mundialmente, com os grandes espaços industriais de Nova Iorque, convertidos para uso residencial mostrados em filmes de Hollywood, tais como, Flashdance e Ghost. Tamanha foi a repercussão desta época, que hoje, muitos dos apreciadores do Loft Living (vida em lofts), atribuem seu local de nascimento a NY, ignorando suas origens rurais e que sua primeira versão urbana, aconteceu na França, no década de 50, com os apartamentos da Cité Radieuse, do arquiteto urbanista Le Corbusier.

No período, do final da década de 60 e início da década de 70, eram considerados lofts, somente os grandes espaços convertidos, situados nos andares superiores de industriais e galpões. Guardadas as devidas proporções, os lofts representavam um espaço residencial diferenciado, que só encontrava paralelo, nos sofisticados apartamentos de cobertura (en:penthouse apartment).

Com a exposição em filmes, como espaço sofisticado mas despojado, rapidamente, o mercado imobiliário, passou a oferecer Soft Lofts e Loft Apartments, um tipo de residência menor, mas com quarto situado em mezanino, pé direito elevado (geralmente duplo), plano aberto (en:open plan), planta livre, sala e cozinha integrados, e na maioria dos casos, grandes áreas envidraçadas. Em Smallville (série), da Warner, o jovem Clark Kent, é mostrado em diversos episódios, em um hayloft transformado em barn loft (Loft residencial de celeiro).

Para manter o nome loft, convencionou-se que o nome se devia ao fato de que o dormitório ficava situado no mezanino, e não ao fato de que ficava em um andar elevado, como um apartamento de cobertura. Contribuiu para esta transposição o fato de que as camas conhecidas como “camas de campanha”, no Brasil, serem conhecidas nos EUA, como camas loft (en:loft beds).

A partir de 2000, tem sido mostrados em revistas e mostras de decoração como a Casa Cor, no Brasil, espaços denominados como loft, onde o nome é justificado, pelo plano aberto (en:open plan) integral, ou seja, pela ausência de divisões tanto verticais (mezanino), como horizontais (particionamento).

O conceito de loft continua evoluindo, incorporando novos elementos tais como, eficiência energética, sustentabilidade, design universal e acessibilidade. Tal é a quantidade e diversidade de adjetivos que estão sendo adicionados, que é provável que ainda demore para que loft deixe de ser sinônimo de inovação.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Loft

banner itacolomi-2

Anúncios